Saiba mais sobre as metas abusivas no trabalho

Saiba mais sobre as metas abusivas nos bancos

Todo trabalhador tem o dever de cumprir um limite mínimo de produção no seu setor. Caso não consiga alcançar esse patamar, o seu rendimento é considerado abaixo do padrão, o que pode colocar o seu emprego em risco. Contudo, o que tem ocorrido na maioria das vezes é a imposição de metas abusivas e a cobrança de resultados praticamente impossíveis de serem cumpridos.

Este artigo visa esclarecer o que são metas abusivas, como elas podem acabar com a saúde dos trabalhadores e apresentar a legislação referente ao tema. Aprenda agora mesmo!

O que são metas abusivas?

Metas são um conjunto de disposições (com foco na gestão) que devem ser alcançadas pelos funcionários. As abusivas dizem respeito a objetivos exagerados e praticamente inalcançáveis, que, além de serem prejudiciais, não respeitam os direitos trabalhistas.

Quais são os exemplos de metas abusivas?

Podemos considerar exemplos comuns de metas abusivas:

  • a imposição de metas de difícil alcance;
  • empregado ser obrigado a adquirir produtos para alcançar as metas;
  • comentários com o objetivo de humilhar, ridicularizar e menosprezar a performance do empregado;
  • o envio de mensagens para o e-mail pessoal ou celular do empregado contendo conteúdo agressivo e ameaçador;
  • críticas sobre a sua produtividade feitas de maneira pública;
  • interrogatórios sobre a sua performance na frente de outros colegas;
  • ameaça velada de risco de demissão, caso não cumpra as metas estabelecidas;
  • insinuações de que os funcionários com baixo desempenho seriam – ou estavam sendo – dispensados etc.

Como elas prejudicam a saúde dos funcionários?

Com a exigência de metas cada vez mais elevadas, aumenta-se a pressão sobre os funcionários. Em alguns casos, elas chegam a causar distúrbios e alterações no ambiente de trabalho, gerando tensão e fadiga mental.

Esse sistema de gestão adotado por muitas empresas pode causar o adoecimento psíquico dos colaboradores, gerando transtornos mentais e doenças psíquicas e psicossomáticas, como depressão e síndrome do pânico. Como consequência, aumentam-se os casos de acidentes no trabalho, queda na produtividade, afastamentos e pedidos de auxílio-doença.

Quais as penalidades previstas em lei?

O Poder Judiciário considera a cobrança de metas abusivas uma política desrespeitosa e que pode causar danos morais aos empregados, gerando o direito à reparação por assédio moral e objeto de demandas trabalhistas. O empregado pode denunciar a cobrança de metas abusivas no Sindicato ou então buscar um advogado trabalhista competente.

Vimos que a cobrança de metas abusivas é uma prática corriqueira, porém não pode ser considerada lícita e deve ser combatida sempre que for verificada. A produtividade não pode ser confundida com desrespeito e abusos cometidos contra os trabalhadores.

Saiba também como funciona um processo trabalhista e fique por dentro do assunto!

FICOU COM DÚVIDA?
ENVIE UMA MENSAGEM QUE UM DE NOSSOS PROFISSIONAIS RESPONDERÁ EM BREVE. 

INSCREVA-SE
Não se preocupe, também não gostamos de spam.