5 doenças ocupacionais para ficar atento e saber como evitar

5 doenças ocupacionais para ficar atento e saber como evitar

Geralmente, as pessoas passam grande parte das horas do seu dia no local de trabalho. Em muito desses locais o ritmo de trabalho é excessivo, com várias cobranças para o alcance de metas e resultados, tornando o ambiente nada saudável e provocando doenças ocupacionais em seus colaboradores.

As doenças ocupacionais são aquelas relacionadas às atividades desempenhadas pelo trabalhador, ou seja, o trabalho tem ligação direta com a patologia adquirida. Mesmo com as exigências da legislação brasileira quanto a isso, os números do acometimento dessas doenças são muito grandes. Por isso, a segurança quanto à saúde dos profissionais é um assunto que tem muito a ser debatido.

Pensando nisso, elaboramos este texto para mostrar algumas doenças que podem ser adquiridas por meio do trabalho e como evitá-las. Confira!

1. Lesão por Esforço Repetitivo (LER)

Considerada uma das doenças que mais atinge os trabalhadores, é causada pelo exercício repetitivo e prologando de um movimento específico. Isso diminui de maneira gradativa a capacidade para o labor, podendo obrigar o funcionário a se aposentar por invalidez.

É uma doença silenciosa, de progressão demorada e que geralmente não é notada pelo colaborador. Quando é percebida, já se encontra em estágio avançado.

Uma das melhores maneiras de evitar a LER é fazer pausas de descanso durantes as tarefas e realizar a ginástica laboral.

2. Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT)

Muitas vezes, o DORT é confundido com a LER. Porém, estes são conceitos distintos. DORT é uma doença provocada pela postura inadequada contínua ou por condições inadequadas em que a atividade é realizada, provocando dores crônicas que, caso não sejam tratadas, vão piorando com o decorrer do tempo.

Ele pode ser prevenido por meio da prática de atividades físicas, aumentando o fortalecimento da musculatura e o cuidado com a postura, o que reduz as chances de sofrer com este mal.

3. Síndrome de fadiga relacionada ao trabalho

Caracteriza-se por uma fadiga mental e física que aparece de forma constante, fazendo com que o trabalhador se sinta sempre cansado. É o resultado da fadiga que vai se acumulando por muito tempo pela falta de oportunidade de descanso no dia a dia do trabalho. Dentre os sintomas dessa doença, estão o desânimo, a falta de paciência e a insônia.

Procurar fazer pausas para descanso e evitar excessos de trabalho podem ser bons aliados no controle desse tipo de doença.

4. Síndrome de esgotamento profissional (Burnout)

É uma doença provocada pela tensão emocional e pelo estresse crônico adquiridos por meio das condições físicas, psicológicas e emocionais desgastantes. Ela se manifesta em pessoas cuja atividade laboral exige relação interpessoal direta e acentuada, provocando sintomas, como esgotamento físico e emocional, mudanças bruscas de humor, ansiedade, lapsos de memória, pessimismo, entre outros.

Exercícios de relaxamento e atividades físicas podem ajudar a controlar e reduzir os sintomas.

5. Estresse ocupacional

Ocorre devido à falta de equilíbrio entre as exigências de uma função e a capacidade do funcionário para encará-la, tornando-se uma situação desgastante. Entre os fatores que ajudam a desencadear essa doença estão jornada de trabalho exaustiva, medo de cometer algum erro, desmotivação, poucas chances de crescimento profissional, chefia despreparada etc. Os sintomas dessa doença podem ser fadiga, depressão, gastrite, pressão alta etc., os quais podem progredir para a Síndrome de Burnout.

Promover condições favoráveis para a motivação e a saúde do trabalhador, bem como para a valorização do trabalho humano, pode ser uma boa forma de prevenção.

Agora que você conhece as principais doenças ocupacionais, suas causas e como evitá-las, é preciso estar sempre atento à qualidade das condições do ambiente de trabalho, bem como buscar desempenhar as atividades sem ultrapassar os limites do seu corpo. Deve, ainda, estar atento a quaisquer alterações e sintomas. Assim, você estará sempre produtivo e saudável.

Gostou do nosso conteúdo sobre doenças ocupacionais? Então entre em contato conosco e conheça nossos serviços!

FICOU COM DÚVIDA?
ENVIE UMA MENSAGEM QUE UM DE NOSSOS PROFISSIONAIS RESPONDERÁ EM BREVE. 

INSCREVA-SE
Não se preocupe, também não gostamos de spam.